Publicidade

18 de Janeiro de 2014 - 21:34

Por Gabriel Melloni - Agencia Estado

Compartilhar
 

Foi apertado, mas o Santos estreou com vitória na temporada 2014 ao fazer 1 a 0 no XV de Piracicaba, neste sábado, na Vila Belmiro, pela primeira rodada do Campeonato Paulista. Gabriel fez o único jogo de uma partida morna, na qual o time da casa mostrou muita falta de ritmo e de criatividade, principalmente após a saída de Montillo no intervalo. Já o rival do interior deixou a impressão de que precisará melhorar muito para brigar por uma vaga nas quartas de final.

Com a vitória, o Santos se iguala ao São Bernardo, que também venceu neste sábado, na ponta do Grupo C. A equipe voltará a campo na terça-feira, quando enfrenta o Audax no Pacaembu, pela segunda rodada. Já o XV de Piracicaba fica na lanterna do Grupo B e jogará na quarta contra o São Bernardo, no Estádio Barão de Serra Negra.

Ainda sem contar com Leandro Damião, a estreia mais esperada da noite era a do técnico Oswaldo de Oliveira. Apesar da promessa de levar a campo uma equipe ofensiva, que contava com três atacantes, o treinador viu seus comandados esbarrarem na falta de ritmo e criarem pouco ao longo dos 90 minutos.

O JOGO - O Santos começou a todo vapor e teve uma grande chance logo aos três minutos, quando Geuvânio fez linda jogada, pedalou para cima da marcação e bateu forte, exigindo boa defesa de Márcio. Aos 13, foi a vez de Gabriel ter boa oportunidade, depois de receber passe de Montillo, mas o garoto foi pressionado e chutou torto.

Aos pouco, no entanto, a soberania santista foi diminuindo, o XV de Piracicaba acertou a marcação e passou a tentar o gol em contra-ataques. No melhor deles, Jean Carioca tabelou com Vinícius Bovi, que foi à linha de fundo e cruzou na cabeça de Pipico. Atrapalhado pela zaga, o atacante mandou para fora.

No lance seguinte, aos 29 minutos, Gabriel recebeu lindo lançamento de Montillo, tentou driblar o goleiro e se jogou. O árbitro parou a jogada e deu cartão ao atacante, acertadamente. A equipe da casa tentava voltar a dominar, mas o XV de Piracicaba incomodava quando ia ao ataque, como aos 31 minutos, quando Adilson fez linda jogada e achou Danilo Sacramento na área, mas o meia foi travado.

Aos 40 minutos, no entanto, foi mesmo o Santos que abriu o placar. Geuvânio recebeu na intermediária e deu passe preciso para Gabriel, que girou sobre a marcação e encheu o pé de esquerda. Márcio só olhou a bola balançar a rede de seu gol. Geuvânio, nos acréscimos, quase marcou o segundo, mas bateu para fora.

Montillo sentiu dores na coxa e não voltou para o segundo tempo, sendo substituído por Léo Cittadini. Sem seu principal jogador no meio de campo, o Santos perdeu em criatividade e viu a etapa final começar morna. O XV de Piracicaba se aproveitou disso e passou a controlar a posse de bola.

O time do interior, no entanto, esbarrava na própria deficiência técnica e na marcação santista, e nada criava. Pipico até chegou a marcar aos 12 minutos, mas estava impedido e o árbitro invalidou o lance. Foi o lance mais emocionante dos primeiros 25 minutos da etapa final.

O primeiro grande momento acabou sendo do Santos. Rodrigo errou na saída de bola, Cicinho roubou e tocou para Gabriel. O atacante invadiu a área sozinho e, de frente para Márcio, exagerou no preciosismo, tentou tocar por cobertura e facilitou a defesa do goleiro. Daí em diante, a partida se arrastou até o apito final.

SANTOS 1 X 0 XV DE PIRACICABA

SANTOS - Aranha; Cicinho, Gustavo Henrique, Jubal e Emerson (Mena); Arouca, Leandrinho (Alan Santos) e Montillo (Léo Cittadini); Geuvânio, Gabriel e Thiago Ribeiro. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

XV DE PIRACICABA - Márcio; Vinícius Bovi, Leonardo Luiz, Pitty e Aelson (Rodrigo); Adilson Goiano, Alan Bahia, Jean Carioca (Gilsinho) e Danilo Sacramento; Adilson (Felipe Adão) e Pipico. Técnico: Edison Só.

GOLS - Gabriel, aos 40 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Vinícius Gonçalves Araújo (SP).

CARTÕES AMARELOS - Gabriel, Geuvânio (Santos); Alan Bahia, Danilo Sacramento (XV de Piracicaba).

RENDA - R$ 243.836,00.

PÚBLICO - 7.895 pagantes.

LOCAL - Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP).

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?