Publicidade

27 de Dezembro de 2013 - 20:10

Por Clarissa Thomé - Agencia Estado

Compartilhar
 

Subiu para 54 o número de cidades afetadas pelas chuvas no Espírito Santo nos últimos oito dias. De acordo com a Defesa Civil do Estado, 23 pessoas morreram. Duas pessoas ainda estão desaparecidas - um adolescente e uma criança.

Até quinta-feira, 26, 52 dos 60 municípios capixabas apresentavam problemas por causa do temporal. A Lagoa Juparanã transbordou e provocou inundações no município de Sooretama. Itapemirim também registrou alagamentos, após forte chuva.

Desde o início das chuvas, equipes da Força Aérea Brasileira resgataram 162 pessoas de áreas isoladas. Entre elas estava a família de Jaciara Bimba, de 75 anos. Ela estava ilhada com a filha e dois netos na região de Lages, em Baixo Guandu, cidade a 180 quilômetros da capital. O grupo foi retirado de região montanhosa, de difícil acesso, em helicóptero Puma.

"Faz 50 anos que eu moro aqui e nunca vi uma chuva dessas. A água tomou conta da casa e perdemos tudo", contou Jaciara à equipe da FAB. Os helicópteros da Aeronáutica também distribuíram oito toneladas.

Pelo segundo dia consecutivo, foram registrados protestos de moradores por causa das inundações. Em Vila Velha, moradores do bairro Santa Mônica queimaram pneus para chamar a atenção para o fato de a região estar alagada há dias. A previsão dos serviços meteorológicos é que o fim de semana será de sol e calor na maior parte do Espírito Santo.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?