Publicidade

08 de Janeiro de 2014 - 13:02

Por - Agencia Estado

Compartilhar
 

O governo da Espanha informou na quarta-feira que reduzirá a emissão líquida de dívida neste ano, em comparação com 2013, e analisa estender os vencimentos em meio a elevação do apetite internacional por instrumentos de dívida do país.

De acordo com o chefe do departamento do Tesouro da Espanha, Inigo Fernandez de Mesa, o governo planeja emitir 65 bilhões de euros (US$ 88,56 bilhões) em dívida nova em 2014, sem incluir rolamentos de dívida já existente. No ano passado, o governo emitiu um montante líquido de dívida de 71,9 bilhões de euros.

Todas as emissões serão de bônus com um vencimento superior a um ano, disse. Isso representa uma mudança significativa ante o postura nos últimos anos, quando a quarta maior economia da zona do euro se baseava fortemente em bônus do Tesouro de curto prazo.

Fernandez de Mesa disse que a Espanha está analisando a possibilidade de emitir bônus indexados à inflação neste ano, assim como colocações privadas.

Emissões brutas de dívida, que incluirão rolamentos de títulos do tesouro, ficarão em 242 milhões de euros, acrescentou ele, ficando em linha com uma estimativa anterior de 243,9 bilhões de euros.

A emissão bruta de bônus do governo totalizará 133,3 bilhões de euros em 2014, de acordo com a estratégia do Tesouro, um pouco maior do que as previsões dos analistas, que variavam entre 116 bilhões de euros e 129 bilhões de euros. Fonte: Dow Jones Newswires.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?