Publicidade

17 de Dezembro de 2013 - 02:24

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

A maioria dos parlamentos estaduais do México aprovou as mudanças no setor energético que estabelecem a abertura do país para o investimento privado na indústria petrolífera e encerra o monopólio de 75 anos da Petróleos Mexicanos (Pemex, empresa estatal do setor).

Nesta segunda-feira, San Luis Potosí se tornou o 17º estado a votar a favor do projeto de lei, que altera a Constituição para permitir que empresas privadas explorem e produzam petróleo e gás pela primeira vez desde 1938.

As emendas constitucionais no México exigem uma maioria de dois terços no Senado e na Câmara dos Deputados, além da aprovação pela maioria dos 31 parlamentos estaduais.

Na semana passada, o Senado e a Câmara dos Deputados aprovaram a reforma energética que acaba com o monopólio estatal sobre o petróleo.

Com as aprovações necessárias, o Congresso pode declarar as mudanças constitucionais e enviar o projeto de lei ao presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, para ser transformado em lei. A assessoria de imprensa presidencial disse que a data para a revisão geral do projeto de lei ainda não foi definida. Fonte: Dow Jones Newswires.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?