Publicidade

05 de Dezembro de 2013 - 12:22

Por Gonçalo Júnior - Agencia Estado

Compartilhar
 

As boas atuações do meia Ganso na reta final do Campeonato Brasileiro fizeram com que ele alcançasse o mesmo nível técnico e físico da época em que foi campeão da Libertadores com o Santos, em 2011. A avaliação foi feita pelo próprio jogador na manhã desta quinta-feira no Centro de Treinamento do São Paulo. "Já estou no mesmo nível da época do Santos. E acho que estou até mais maduro. Mas não posso parar. A intenção é evoluir ainda mais", disse o jogador.

Um dos principais fatores para a recuperação técnica de Ganso foi a melhoria de sua condição física. Em 2013, ele já conseguiu fazer mais jogos do que nas temporadas anteriores. As 65 partidas deste ano superam os 45 jogos de 2010, os 38 de 2011 e os 44 do ano passado. Seu antigo recorde era de 54 confrontos em 2009, quando se firmou como atleta profissional.

Neste ano, o jogador não teve participações na seleção brasileira, algo inédito na sua carreira. Em gols, no entanto, a melhor temporada continuando sendo a de 2010, com 13 anotados. Este ano, Ganso balançou as redes cinco vezes. "O trabalho de fortalecimento muscular foi bastante importante. Além disso, tive um controle maior sobre as partidas que deveria jogar e aquelas em que ficaria fora", disse o meia são-paulino.

A fase é tão boa que até as críticas são vistas pela maneira positiva pelo jogador. Em um programa de tevê, o craque holandês Seedorf afirmou que faltava intensidade ao estilo do jogo do brasileiro. "Ele disse que eu preciso ser mais dinâmico. Vou pegar como um conselho e não como crítica. Ele disse que admira meu futebol e vou levar pelo lado positivo", revelou.

Ganso também confirmou que pretende cumprir os quatro anos de contrato com o São Paulo e negou que tenha recebido alguma proposta ou sondagem do Milan. Por outro lado, o jogador não negou o desejo de atuar no futebol italiano. "O sonho de criança permanece, mas estou feliz no São Paulo fui muito bem recebido e espero conquistar coisas boas", disse.

TREINO - O zagueiro Rafael Toloi e o lateral Douglas se chocaram violentamente no treino desta manhã de quinta. O beque levou a pior e terá de levar pontos no supercílio e no nariz. O choque foi tão forte que provocou o encerramento imediato do treinamento. Os dois, no entanto, não tiveram problemas mais sérios.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?