Publicidade

25 de Dezembro de 2013 - 19:55

Por José Maria Tomazela - Agencia Estado

Compartilhar
 

Motoristas enfrentavam trechos com lentidão, chuva e acidentes no retorno do feriado do Natal para São Paulo, nas estradas paulistas, no início da noite desta quarta-feira, 25. Na rodovia Castelo Branco, um automóvel caiu numa ribanceira no km 46, em Araçariguama, por volta das 17h30. As quatro pessoas que estavam no veículo tiveram ferimentos leves. A Polícia Rodoviária Estadual e a concessionária usaram até cordas para fazer o resgate.

Meia hora antes, no km 64, em Mairinque, uma van escolar caiu numa vala e capotou no canteiro central. Quatro pessoas estavam no veículo - um casal e duas filhas - e sofreram ferimentos. Uma menina de sete anos sofreu lesões mais graves e foi levada pelo helicóptero Águia, da Polícia Militar, ao Hospital Regional de Sorocaba. As outras vítimas foram atendidas em São Roque.

O trânsito ficou congestionado na pista sentido capital, ao longo de 27 quilômetros. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual, os acidentes não causaram a interdição de faixas de rolamento, mas o socorro às vítimas despertou a curiosidade dos motoristas, que passaram a reduzir a velocidade, provocando retenção no tráfego.

No Sistema Anhanguera-Bandeirantes, às 19h30, o motorista pegava 50 quilômetros de congestionamento no trecho de Jundiaí à capital, mas apenas em razão do excesso de veículos, segundo a concessionária. Os trechos com fila de carros seguiam do km 64 ao km 27, entre Jundiaí e Caieiras. Na Anhanguera, também havia congestionamento do km 63 ao 51, em Jundiaí.

Na volta do litoral na Baixada Santista para São Paulo, a rodovia Padre Manoel da Nóbrega tinha trânsito lento do km 284 ao 280 por causa do excesso de veículos. Na Anchieta, a lentidão de quatro quilômetros ocorria na chegada à capital. A Imigrantes tinha tráfego intenso e muito lento na subida da serra. Na rodovia Régis Bittencourt, a chuva forte deixava o trânsito lento na chegada a São Paulo. A água acumulou-se sobre a pista km 273, em Taboão da Serra, obrigando os veículos a reduzir a velocidade. Às 19 horas, havia cinco quilômetros de lentidão nesse trecho.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?