Publicidade

26 de Dezembro de 2013 - 20:31

Por José Maria Tomazela - Agencia Estado

Compartilhar
 

A previsão é de tráfego intenso nas rodovias paulistas nesta sexta-feira, 27, na saída para o feriado do Ano Novo. Cerca de 3,7 milhões de veículos devem deixar a capital, quase 20% mais que o volume registrado no Natal. O movimento se prolonga até a tarde de sábado, 28. O número elevado de acidentes durante o feriado de Natal levou a Polícia Rodoviária Estadual a reduzir as folgas para reforçar a fiscalização principalmente do excesso de velocidade. Os sistemas de monitoramento vão ajudar os policiais a coibir o uso de celulares por motoristas, apontado como causa relevante de acidentes.

As concessionárias das principais rodovias que saem de São Paulo com destino às praias ou ao interior preveem maior volume de tráfego entre as 14 e as 23 horas, nesta sexta-feira. O motorista deve evitar a viagem entre 16 e 20 horas, horário de pico na maioria das rodovias. No sábado, o tráfego será intenso entre 7 e 19 horas, com pico entre 8 e 14 horas.

As obras nas rodovias foram suspensas, à exceção da Régis Bittencourt, sentido Curitiba, que terá meia pista interditada para obras em pontes no km 443,7 e no km 446,7 em Registro, e no km 489,7, em Cajati. Na ponte sobre o Rio Ribeira, em Registro, poderá ser liberado o tráfego na pista em obras, em velocidade reduzida. Na Serra do Cafezal, será permitido o tráfego pelo acostamento e pode ser adotada faixa reversível.

No Sistema Anchieta-Imigrantes, a Operação Descida será iniciada às 8 horas, com sete faixas para o litoral e três no sentido de São Paulo, e segue até 23h59. Em todos os pedágios serão adotadas medidas para reduzir a espera, como 'papa-filas' e praças de cobrança avançadas. A fiscalização contra o álcool será mantida. Concessionárias e órgãos de trânsito pedem atenção para a meteorologia, já que a previsão de chuvas deve ser levada em conta na programação da viagem.

Nesta quinta-feira, vários acidentes deixaram o trânsito complicado num dia em que as rodovias paulistas tiveram mais movimento que o esperado. Na Rodovia dos Bandeirantes, sentido capital, dois carros se acidentaram no km 83 e ocuparam parte da pista. O afunilamento causou congestionamento de três quilômetros. À tarde, outro acidente entre dois veículos no km 37 deixou o trânsito lento por três quilômetros no sentido da capital. Na Anhanguera, um acidente interditou a faixa 1 sentido São Paulo no km 68, parando o trânsito até o km 73.

No litoral, os motoristas enfrentavam fila de dois quilômetros no km 270 da rodovia Cônego Domenico Rangoni por excesso de veículos. A Padre Manoel da Nóbrega tinha quatro quilômetros de trânsito parado a partir do km 276 em Praia Grande e havia congestionamento de 11 quilômetros na Imigrantes, sentido litoral. Conforme balanço parcial, a Régis Bittencourt teve 178 acidentes durante o período do Natal, com 95 feridos e 14 mortos - todos ocupantes do ônibus que caiu numa ribanceira em São Lourenço da Serra. Outra vítima morreu no hospital, mas os números das concessionárias só registram mortes na rodovia. O Sistema Anhanguera-Bandeirantes registrou 97 acidentes, com 83 feridos e dois mortos - outra duas vítimas morreram em hospitais.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você pretende substituir o ovo de Páscoa por outros produtos em função do preço?