Publicidade

11 de Março de 2014 - 00:45

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O déficit da balança comercial dos Estados Unidos aumentou novamente em dezembro, apesar do crescimento das exportações de petróleo. O déficit comercial subiu para US$ 38,70 bilhões, do déficit revisado de novembro de US$ 34,56 bilhões.

Economistas consultados pela Dow Jones Newswires previam um déficit comercial de US$ 35,90 bilhões em dezembro. No ajuste sazonal, as exportações totais dos EUA caíram 1,8%, para US$ 192,920 bilhões na comparação com o mês anterior. As importações cresceram 0,3%, para US$ 229,990 bilhões.

Ainda assim, no geral, 2013 foi um bom ano para as empresas norte-americanas que vendem para o mercado externo. As exportações de bens e serviços em 2013 subiram 2,8% na comparação com o ano anterior, para o nível mais alto já registrado. Em dados não ajustados pela inflação, as vendas para o exterior de petróleo, alimentos, bens de capital, automóveis e bens de consumo atingiram novos recordes.

As importações de bens caíram pela primeira vez desde 2009, quando a recessão encolheu a demanda por muitos produtos, e as importações de petróleo foram as mais baixas desde 2010.

Como resultado, o déficit comercial para o ano caiu para o nível mais baixo desde 2009.

O déficit comercial menor dos Estados Unidos em 2013 reflete em grande parte a expansão da indústria de energia doméstica. As exportações de petróleo, não ajustadas pela inflação, subiram para o nível mais alto já registrado em dezembro. Fonte: Dow Jones Newswires.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o subsídio do Governo vai alavancar a aviação regional?