Publicidade

13 de Janeiro de 2014 - 17:37

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O governo dos Estados Unidos registrou seu maior superávit orçamentário da história para meses de dezembro após as gigantes Fannie Mae e Freddie Mac efetuarem grandes pagamentos ao Tesouro, diminuindo mais o déficit do primeiro trimestre do ano fiscal, que começou em outubro.

As receitas superaram os gastos em US$ 53,22 bilhões em dezembro, marcando o primeiro superávit para o mês desde o ano fiscal de 2007 e o maior já registrado. Economistas consultados pela Dow Jones previam superávit de US$ 44,5 bilhões.

As finanças públicas têm melhorado de forma constante na medida em que os gastos permanecem contidos e as receitas crescem.

O déficit do governo entre outubro e dezembro, porém, totalizou US$ 173,60 bilhões, 41% menor do que o déficit de US$ 293,30 bilhões registrado no mesmo período do ano anterior. As informações constam em relatório do Departamento do Tesouro, divulgado hoje.

A receita federal aumentou 8%, para US$ 664,60 bilhões, nos primeiros três meses do atual ano fiscal. Os gastos, por outro lado, recuaram 8%, para US$ 838,20 bilhões, em grande parte devido à melhora das contas de Fannie Mae e Freddie Mac. As duas companhias pagaram US$ 39,57 bilhões ao Tesouro no fim de 2013. Devido à forma na qual o governo contabiliza seus fundos, os pagamentos foram deduzidos dos gastos em vez de incluídos nas receitas. Fonte: Dow Jones Newswires.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?