Publicidade

11 de Dezembro de 2013 - 13:58

Por - Agencia Estado

Compartilhar
 

Um funcionário da embaixada dos Estados Unidos na capital da Turquia disse que o país vai suspender a assistência não letal destinada à oposição no norte da Síria em razão das lutas internas entre os rebeldes.

A decisão foi tomada dias depois de combatentes da Frente Islâmica, agremiação que reúne seis importantes grupos rebeldes, ter tomado bases e depósitos pertencentes ao Exército Livre Sírio, grupo que tem apoio do Ocidente, na travessia Bab al-Hawa, entre Síria e Turquia.

A fonte, que falou em condição de anonimato, afirmou que a ajuda humanitária não será afetada.

Não estava clara a razão pela qual a Frente Islâmica tomou as bases. O grupo não faz parte do Exército Livre Sírio e tem como objetivo estabelecer um Estado islâmico na Síria.

Já o primeiro-ministro britânico David Cameron declarou que é preciso tomar cuidado com a ideia de que toda a oposição síria é extremista e destacou a necessidade de continuar trabalhando com integrantes moderados.

Cameron disse aos integrantes do Legislativo nesta quarta-feira que o Reino Unido deve estar "totalmente engajado" em todos os esforços para encerrar a guerra civil síria. Fonte: Associated Press.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você participa das celebrações da Semana Santa?