Publicidade

22 de Janeiro de 2014 - 19:01

Por Beatriz Bulla - Agencia Estado

Compartilhar
 

Se fosse um país, a cidade de São Paulo seria o quinto maior mercado da América do Sul. À sua frente estariam apenas o próprio Brasil, Argentina, Colômbia e Venezuela. Levantamento da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), desenvolvido para o aniversário de 460 anos da capital paulista, no próximo dia 25, aponta que a riqueza da metrópole é 66,2% maior do que a soma do Produto Interno Bruto (PIB) do Paraguai, do Uruguai e da Bolívia. Se fosse um país, São Paulo estaria no 37º lugar na lista das maiores economias do mundo.

O PIB da cidade, de acordo com informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), chega a R$ 477 bilhões, maior que o de países como Chile, Hong Kong e Portugal, de acordo com o levantamento. Só a capital responde por 35,3% do PIB do Estado e por 11,5% da riqueza do País. Entre as regiões, o levantamento aponta que o PIB paulistano é 23,9% maior que o do Centro-Oeste e representa 2,13 vezes o do Norte.

O levantamento da FecomercioSP utiliza dados da pesquisa de PIB dos municípios do IBGE e informações do Fundo Monetário Internacional (FMI). O varejo da cidade, em 2013, movimentou R$ 156 bilhões, de acordo com a Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista (PCCV) da entidade, o que representa 31% do faturamento do setor em todo o Estado.

Estão concentradas na cidade - que recebe 10 milhões de turistas por ano, a maioria para negócios - 63% das multinacionais instaladas no País e 38 das 100 maiores empresas privadas. Como estrutura para receber o turista e realizar mais de 90 mil eventos por ano, a capital paulista conta com 410 hotéis, 12,5 mil restaurantes, 160 teatros, 110 museus e 37 mil táxis.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a retirada das pinturas de Lucio Rodrigues dos pontos de ônibus?