Publicidade

04 de Janeiro de 2014 - 10:13

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O suíço Roger Federer, cabeça de chave número 1, se classificou neste sábado para a final do Torneio de Brisbane, ATP 250 disputado em quadras rápidas. Neste sábado, o número 6 do mundo enfrentou dificuldades, mas avançou ao derrotar o francês Jeremy Chardy, 34º colocado no ranking, por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 6/7 (3/7) e 6/3, em 1 hora e 56 minutos.

Na partida deste sábado, Federer disparou 20 aces e superou o intenso calor em Brisbane para se garantir na final logo na primeira semana da temporada 2014 do tênis, em sua preparação para a disputa do Aberto da Austrália, que será disputado ainda em janeiro.

Federer reencontrará um antigo rival na decisão em Brisbane. O suíço terá pela frente o australiano Lleyton Hewitt, ex-número 1 e atual 60 do mundo, que neste sábado derrotou o japonês Kei Nishikori, 17º colocado no ranking e segundo pré-classificado, por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 6/4 e 6/3, em 2 horas e 30 minutos.

A partida que decidirá o campeão do Torneio de Brisbane será a 27ª entre Federer e Hewitt. O suíço está em vantagem de 18 a 8 no confronto direto, mas perdeu o último deles, na decisão do Torneio de Halle, na Alemanha, de 2012. Neste domingo, Federer tentará conquistar o 78º título da sua carreira, enquanto Hewitt estará em busca do 29º troféu.

DUPLAS - Se avançou para a decisão de simples do Torneio de Brisbane, Federer não teve o mesmo sucesso na chave de duplas. O suíço e o francês Nicolas Mahut foram eliminados nas semifinais ao perderem para os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/5) e 6/3.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que campanha corpo-a-corpo ainda dá voto?