Publicidade

27 de Dezembro de 2013 - 15:19

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Roger Federer confirmou nesta sexta-feira que passará a ser treinado pelo sueco Stefan Edberg, ex-tenista vencedor de seis títulos de Grand Slam. Edberg, de 47 anos, vai trabalhar em parceria com o suíço Severin Lüthi, amigo e técnico do recordista de troféus de Grand Slam.

Edberg, que vinha treinando com Federer nos últimos dias, vai substituir o norte-americano Paul Annacone, com quem o suíço trabalhou nos últimos quatro anos. O tenista encerrou a parceria em outubro depois de uma campanha decepcionante na temporada 2013.

O novo treinador deve atuar de forma esporádica com Federer. Pelo acordo, Edberg vai trabalhar com o tenista durante dez semanas a contar do Aberto da Austrália, a partir do dia 13 de janeiro. O sueco deve acompanhar Federer somente em poucos torneios, enquanto Lüthi continuará tendo maior presença ao lado do número seis do mundo.

"Estou feliz em anunciar que em Melbourne Stefan Edberg vai se juntar a Severin Lüthi na minha equipe de treinadores. Stefan foi meu ídolo quando era criança e estou muito ansioso para passar um bom tempo ao seu lado e aprender o que puder", afirmou Federer, ao confirmar o nome do seu novo treinador.

"Estou muito empolgado de poder fazer parte da equipe de Roger. Espero que consigamos, juntos, trazer à tona o melhor tênis", respondeu Edberg, conhecido no circuito por ser um especialista na tática "saque e voleio", que costuma ser parte importante no repertório de golpes de Federer.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?