Publicidade

15 de Janeiro de 2014 - 13:34

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

A Ferrari anunciou nesta quarta-feira que vai apresentar o seu carro para a temporada 2014 da Fórmula 1 no dia 25 de janeiro, através da internet. O nome do bólido que será pilotado pelo espanhol Fernando Alonso e pelo finlandês Kimi Raikkonen ainda não é conhecido, pois será definido através de votação.

Ao anunciar a data de apresentação do carro, a Ferrari explicou que o nome será escolhido pelos fãs em enquete realizada pela internet. E deu cinco opções aos seus torcedores: F14 T, F14 Maranello, F14 Scuderia, F166 Turbo and F616. O nome escolhido será anunciado em 24 de janeiro, portanto, um dia antes do lançamento do carro.

Com essa definição, a Ferrari será a segunda equipe a apresentar o carro para a temporada 2014 da Fórmula 1, pois o lançamento da nova McLaren será no dia 24. Já Mercedes, Caterham e Williams vão exibir seus carros apenas na manhã de 28 de janeiro, horas antes do início da primeira sessão de testes coletivos da pré-temporada.

As equipes vão testar seus carros entre os dias 28 e 31 de janeiro no circuito de Jerez de la Frontera, na Espanha. Essas atividades não terão a presença da Lotus, que treinará pela primeira vez com o seu novo carro no segundo período de testes, no Bahrein, entre 19 e 22 de fevereiro. A terceira e última fase de treinos será novamente no Bahrein, de 27 de fevereiro até 2 de março.

No ano passado, a Ferrari terminou o Mundial de Construtores na terceira colocação, enquanto Alonso foi vice-campeão do Mundial de Pilotos. O outro competidor da equipe, o brasileiro Felipe Massa, não teve seu contrato renovado e será substituído por Raikkonen, que estava na Lotus e foi campeão em 2007, exatamente pela Ferrari.

A temporada 2014 da Fórmula 1 será aberta no dia 16 de março, com a realização do GP da Austrália, no circuito de Melbourne, a primeira das 19 etapas do campeonato.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?