Publicidade

08 de Dezembro de 2013 - 17:45

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Na abertura da segunda fase de venda de ingressos para a Copa do Mundo de 2014, neste domingo, a Fifa disse ter recebido quase 350 mil solicitações de bilhetes - foram 344.055 pedidos em apenas cinco horas. E, assim como tem acontecido até agora, a maior procura foi de brasileiros, com 300.332 interessados.

Na primeira fase de venda, dividida duas etapas - uma com destinação dos ingressos por sorteio e outra por ordem de solicitação -, os torcedores não sabiam exatamente quais jogos estavam comprando. Afinal, a comercialização aconteceu entre os meses de agosto e novembro, ainda antes da definição dos grupos da Copa.

Agora, depois do sorteio dos grupos realizado na última sexta-feira, na Costa do Sauipe (BA), a Fifa abriu a nova fase de venda neste domingo, já com todo os jogos do Mundial definidos. Por isso mesmo, a entidade reservou uma cota de 16% dos bilhetes para os torcedores dos dois países que irão se enfrentar em cada partida.

Nesta etapa, a ordem das solicitações pouco importa. O torcedor tem até o dia 30 de janeiro para fazer seu pedido de ingresso. Depois, a Fifa irá fazer um sorteio entre todos os interessados para definir quem ficará com os bilhetes disponíveis - a entidade não divulgou quantas entradas serão vendidas nesse período.

Depois dos brasileiros, o maior número de pedidos de ingressos nas primeiras cinco horas de comercialização foram, pela ordem, de Chile (5.538), Estados Unidos (5.326), Argentina (4.477), Austrália (3.217), Franca (2.540), Alemanha (2.533), Inglaterra (2.092), Colômbia (2,341) e Japão (1.339).

Entre 26 de fevereiro e 1º de abril, a Fifa promete abrir uma nova etapa das vendas, dessa vez por ordem de chegada: quem pedir primeiro, leva. E, por fim, haverá ainda uma última fase para comercialização, começando em 15 de abril e com término previsto somente para o dia da final da Copa, em 13 de julho.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?