Publicidade

11 de Março de 2014 - 03:16

Por Thaise Constancio - Agencia Estado

Compartilhar
 

A filha do cinegrafista Santiago Andrade, a jornalista Vanessa Andrade, chegou ao velório às 9h20, vestida com uma camisa do Flamengo. Ela ganhou uma camisa com uma charge de Andrade feita pelos funcionários da Band em homenagem ao cinegrafista. Vanessa recebeu o cumprimento e o abraço de amigos, mas não falou com a imprensa. A mãe dela, Arlita Andrade, passou mal, mas foi rapidamente socorrida por parentes e já se restabeleceu.

O comandante-geral da Polícia Militar (PM) Luiz Cláudio Castro, e o comandante das Unidades de Polícia Pacificadora, Frederico Caldas, vieram ao Cemitério Memorial do Carmo, no Caju, zona portuária, sem farda. Ambos vieram prestar solidariedade a Vanessa, que trabalha como assessora de imprensa da PM. Eles não quiseram falar com a imprensa.

O diretor nacional de jornalismo da Band, Fernando Mitre, disse que "mais uma vez, uma tragédia que poderia ter sido evitada se todas as providências necessárias tivessem sido tomadas". Ele não especificou que providências seriam essas, se relativas à segurança dos profissionais ou à legislação.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que a Justiça agiu corretamente ao permitir, por habeas-corpus, a soltura dos ativistas presos durante a Copa?