Publicidade

08 de Janeiro de 2014 - 17:26

Por Célia Froufe e Eduardo Cucolo - Agencia Estado

Compartilhar
 

O fluxo cambial fechou 2013 pela primeira vez no terreno negativo desde a crise de 2008, conforme dados apresentados nesta quarta-feira, 08, pelo Banco Central. Pelos números, a saída de recursos no ano passado foi de US$ 12,261 bilhões.

No encerramento do ano passado, o saldo ficou positivo em US$ 16,7 bilhões. Em 2011, a quantia de US$ 65,3 bilhões tinha sido a melhor desde 2007 e, em 2010, o resultado havia sido de US$ 24,3 bilhões. Em 2009, o saldo voltou a ser positivo (US$ 28,7 bilhões), depois de registrar saídas de US$ 983 milhões em 2008.

O resultado fechado de 2013 é o pior desde 2002, quando a saída de capitais do País foi de US$ 12,9 bilhões; em 1998, de US$ 14,5 bilhões e, em 1999, de US$ 16,1 bilhões. Nos nove primeiros meses do ano passado, o fluxo cambial estava positivo em US$ 2,238 bilhões, mas houve uma reversão da tendência em setembro, que acabou sendo acentuada em outubro.

O saldo acumulado de 2013 é resultado de um total positivo de US$ 11,136 bilhões no segmento comercial e negativo em US$ 23,396 bilhões na área financeira. Apesar desse vazamento pela área financeira, representantes do BC têm minimizado a reversão dos números para o terreno negativo e assegurado que não há fuga de capitais do País. (

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor de fechamento de pista em trecho da Avenida Rio Branco para ciclovia nos fins de semana?