Publicidade

16 de Dezembro de 2013 - 09:52

Por Célia Froufe - Agencia Estado

Compartilhar
 

Bem próximo do final do ano, analistas do mercado financeiro voltaram a fazer apenas ajustes pontuais nas projeções para a taxa de inflação oficial do País. Conforme o relatório de mercado Focus publicado nesta segunda-feira, 16, pelo Banco Central, a principal mudança voltou a ser nas estimativas suavizadas à frente para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulado em 12 meses, que passaram de 6,04% para 6,03%. Há quatro semanas, estavam em 6,14%.

Entre os profissionais que mais acertam as previsões para a inflação no médio prazo, o grupo denominado pelo BC de Top 5, o IPCA de 2013 deverá ficar em 5,68%, como estava uma semana antes - quatro semanas antes, estava em 5,86%. No caso de 2014, esse mesmo grupo não revisou a expectativa para a inflação oficial do ano que vem, que deve fechar em 5,75%. Um mês atrás, a projeção era de 5,68%.

Para o final deste ano, a mediana para o IPCA ficou estacionada em 5,70%. Há quatro semanas estava em 5,84%. Já para 2014, a mediana das previsões para a inflação subiu de 5,92% para 5,95% - há um mês estava em 5,91%. A estimativa para o IPCA de dezembro foi recalculada de 0,71% para 0,72%, assim como a da mesma taxa para janeiro do ano que vem. No primeiro caso, há um mês, a expectativa era de uma alta de 0,71% e, no segundo, de 0,70%.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?