Publicidade

09 de Janeiro de 2014 - 20:10

Por Andrei Netto, correspondente - Agencia Estado

Compartilhar
 

A França, um dos países com legislação mais conservadora em matéria de drogas no Ocidente, aprovou nesta quinta-feira, 9, a entrada no mercado de Sativex, o primeiro remédio à base de maconha a ser liberado pela Agência Nacional de Segurança Medicamental (ANSM), órgão do Ministério da Saúde. O spray bucal, fabricado pelo laboratório britânico GW Pharmaceuticals, é recomendado para esclerose múltipla.

A aprovação coloca a França no rol de 17 países da Europa e 22 do mundo que já adota o spray à base de maconha. A decisão do Ministério da Saúde não significa, porém, a entrada imediata da droga no mercado. As vendas só devem ser autorizadas a partir de 2015.

Até agora, a França dispunha apenas de uma brecha legal que permitia que cerca de uma centena de pacientes fossem tratados sob um regime especial e temporário de autorização. É o caso de pessoas que usam donabinol, derivado de cannabis que tem como indicação o combate a náuseas e vômitos em pacientes de quimioterapia. Mas a lei estipulava como condição que o medicamento só podia ser utilizado caso fosse a única opção de tratamento apropriado. O uso não será previsto em casos de câncer terminal e ficará restrito a adultos homens, já que os princípios ativos podem se concentrar no leite materno.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?