Publicidade

04 de Dezembro de 2013 - 17:49

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Botafogo chega à última rodada do Campeonato Brasileiro precisando de uma vitória sobre o Criciúma, domingo, no Maracanã, e de tropeço do Goiás ou do Atlético-PR para terminar a competição no G4. Ainda assim, pode ficar fora da Libertadores se a Ponte Preta conquistar a Copa Sul-Americana. Mas no que diz respeito a merecimento, para o volante Gabriel a vaga para o torneio continental já é do time carioca.

"Desde o início, o objetivo era ser campeão ou a vaga na Libertadores. Conseguimos uma das melhores campanhas do Botafogo nos últimos anos, ficar fora seria dolorido, pelas dificuldades que tivemos. Merecemos essa classificação e vamos lutar até o fim. Não envolve só os jogadores, mas nossos funcionários e nossa família. Podemos terminar em terceiro ainda", disse.

O Botafogo se manteve entre os líderes do Brasileirão durante quase toda a competição, chegou a ser apontado como principal adversário do Cruzeiro pelo título, mas, na reta final, sofreu com problemas internos e acabou caindo muito de produção. Desde a negociação de jogadores importantes do elenco até os salários atrasados, o time foi atrapalhado pelo que acontecia fora das quatro linhas.

O próprio Gabriel admite que a classificação para a Libertadores é difícil, mas garante estar confiante. "É uma situação difícil. Queríamos depender só das nossas forças. Vamos depender de resultados, mas ressaltamos que estamos vivos. Não só eu, todos do grupo acreditamos na classificação. Temos que fazer dentro de campo, esquecer os outros, tentar vencer o Criciúma e conquistar a classificação."

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você pretende substituir o ovo de Páscoa por outros produtos em função do preço?