Publicidade

09 de Dezembro de 2013 - 21:19

Por Artur Rodrigues, Bruno Ribeiro e Fabio Leite - Agencia Estado

Compartilhar
 

A lista de empreendimentos suspeitos de pagamento de propina para os fiscais que integram a quadrilha do Imposto Sobre Serviços (ISS), cuja existência foi divulgada na sexta-feira, 6, incluindo shoppings, um hospital e fundações, aponta que a capital paulista deixou de arrecadar R$ 29 milhões em impostos. A relação dos empreendimentos suspeitos, que soma 410 construções, foi divulgada para a imprensa na tarde desta segunda-feira, 9.

Os valores recolhidos ao poder público batem com os de uma outra lista, cuja existência foi divulgada pelo Estado, que elenca os empreendimentos fiscalizados pelos integrantes da quadrilha e que, antes da ação do grupo, deviam ao menos R$ 2 milhões em impostos. O Ministério Público fechou na manhã desta segunda-feira, 9, um acordo com a Polícia Civil para obter ajuda nas investigações. "Cada um desses 410 empreendimentos é um caso de corrupção que tem de ser investigado", diz o promotor de Justiça Roberto Bodini, que lidera as investigações.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?