Publicidade

08 de Dezembro de 2013 - 19:13

Por Rodrigo Petry - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Goiás dependia apenas de suas forças, mas perdeu para o Santos por 3 a 0, neste domingo, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela última rodada do Brasileirão, e ficou sem a vaga na Libertadores do ano que vem. Do lado santista, foi uma despedida digna para o técnico Claudinei Oliveira, que já foi avisado pela diretoria do clube que não ficará em 2014.

Com a derrota em casa, o Goiás caiu do quarto para o sexto lugar na última rodada, terminando com 59 pontos, sem a sonhada vaga na Libertadores. Já o Santos confirmou a boa fase na reta final do campeonato e emendou a terceira vitória consecutiva, após triunfos anteriores contra Fluminense e Atlético-PR, garantindo a sétima posição, com 57 pontos.

O JOGO - A partida começou com um bate-bola entre os jogadores das duas equipes em mais um protesto organizado pelo movimento Bom Senso FC. No início efetivo, o Santos, mesmo sem chances de classificação à Libertadores, mostrou mais atitude. Aos cinco minutos, o time paulista chegou ao primeiro gol com Cícero, que recebeu cruzamento de Arouca de fora da área e cabeceou livre na pequena área para o fundo das redes do goleiro do Goiás.

Após sofrer o gol, o Goiás passou a pressionar. Aos 11 minutos, o primeiro lance de maior perigo do time da casa, com um chute forte de Walter de fora da área, defendido por Aranha. Aos 18, nova chance dos donos da casa: em cruzamento de falta para dentro da área santista, Rodrigo escorou em direção ao gol, mas Cicinho salvou de cabeça, praticamente em baixo da linha.

O Goiás seguiu buscando o gol, com Sasha chutando da entrada da área aos 23 minutos. Em seguida, Hugo recebeu lançamento de Vitor, mas a bola foi por cima do gol do Santos.

O Santos passou a atuar nos contra-ataques, com alguns lances de perigo. Até que aos 44 minutos, Thiago Ribeiro recebeu dentro da área e recuou a bola para Montillo acertar um forte chute de fora da área, diretamente no canto direito de Renan, ampliando para o Santos.

No segundo tempo, o Goiás partiu com tudo para o ataque, não deixando a equipe paulista sair do seu campo de defesa. Aos cinco minutos, em falta próxima à grande área, Walter chutou forte e o goleiro Aranha rebateu, mas ninguém aproveitou o rebote.

Enquanto o Goiás seguia pressionando, o Santos manteve-se nos contra-ataques. Aos 14 minutos, Cícero avançou pela direita, bateu forte da entrada da grande área e bola bateu na trave do goleiro Renan. Logo em seguida, novo ataque santista, quando Thiago Ribeiro bate colocado e manda para fora.

O Goiás pressionava, mas sem efetividade. Aí, já aos 31 minutos, o Santos chegou ao terceiro gol, sacramentando a vitória. Montillo recebeu cruzamento livre na grande área, bateu forte e rasteiro, sem chances para Renan, e fez 3 a 0 no Serra Dourada.

FICHA TÉCNICA:

GOIÁS 0 X 3 SANTOS

GOIÁS - Renan; Vitor, Ernando, Rodrigo e Willian Matheus; Amaral, Dudu Cearense (Ramon), Hugo, Eduardo Sasha (Roni) e Renan Oliveira (Wellington Júnior); Walter. Técnico: Enderson Moreira.

SANTOS - Aranha; Cicinho, Gustavo Henrique, Durval e Mena (Emerson); Arouca, Alisson (Alan Santos), Cícero e Montillo; Thiago Ribeiro (Everton Costa) e Geuvânio. Técnico: Claudinei Oliveira.

GOLS - Cícero, aos 5, e Montillo, aos 44 minutos do primeiro tempo; Montillo, aos 31 minutos do segundo tempo.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?