Publicidade

17 de Janeiro de 2014 - 17:13

Por - Agencia Estado

Compartilhar
 

A cúpula da assessoria de comunicação do Ministério da Fazenda sofreu uma baixa. O jornalista Guilherme Barros está deixando o cargo de assessor especial de Guido Mantega e seguindo para a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), comandada por Paulo Skaf.

Guilherme Barros comunicou a mudança de Brasília para São Paulo nesta quinta-feira, 16, a jornalistas que realizam a cobertura do Ministério da Fazenda. A Fazenda, entretanto, não comenta a informação, portanto também não ventila quais seriam os nomes aptos a ocupar a vaga. Esta semana, porém, ele não esteve no ministério, mas coincidentemente neste período o ministro Mantega está cumprindo período de férias. A exoneração de Barros ainda não foi publicada no Diário Oficial da União, o que deve ocorrer nos próximos dias.

Guilherme Barros estava na Fazenda desde fevereiro do ano passado. Chegou pela Partners, empresa que atendia o ministério na área de assessoria de imprensa. No final de 2013, no entanto, a empresa acabou sendo envolvida em denúncias de irregularidades. O contrato da Fazenda com a Partner foi cancelado e Barros foi, então, nomeado em dezembro como assessor especial do ministro da Fazenda, em um cargo de Direção e Assessoramento Superior (DAS). Ele não teve o nome envolvido nas denúncias.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você leva em consideração a escolaridade do candidato na hora de votar?