Publicidade

17 de Dezembro de 2013 - 16:14

Por Artur Rodrigues - Agencia Estado

Compartilhar
 

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), criticou nesta terça-feira, 17, a decisão judicial que barrou o aumento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) na capital paulista. Haddad apontou a contradição com a decisão que determina a criação de 150 mil vagas para Educação Infantil.

"O tribunal (de Justiça do Estado) suspendeu a revisão de valores da planta genérica do IPTU. Então, isso vai na contramão de mais creches. O tribunal quer que a cidade pague mais precatórios, isso vai na contramão de mais creches", disse. O maior congelamento de recursos em 2014, se não houver reajuste do imposto, será na educação. "Na prática, o que o tribunal decidiu foi menos verba para Educação. Quem decidiu isso foi o próprio tribunal que agora exige mais verbas para educação. Então, é uma equação que vamos precisar equacionar", disse. Ele ainda afirmou que a equação deve ser resolvida pela Justiça.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?