Publicidade

11 de Janeiro de 2014 - 13:25

Por - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Hamas, grupo fundamentalista islâmico da Palestina que controla a Faixa de Gaza, em Israel, comemorou a morte do ex-premiê Ariel Sharon. "Vamos lembrar de Ariel Sharon como o homem que matou, destruiu e causou o sofrimento de várias gerações de palestinos', disse um dos líderes do Hamas, Khalil Al Hayya.

"Depois de oito anos, ele está indo na mesma direção que outros tiranos e criminosos cujas mãos estavam cobertas de sangue palestino", completou. O ex-primeiro ministro de Israel deixou o cargo em 2006, após sofrer um derrame. Desde então, Sharon permaneceu em estado vegetativo. Ele morreu neste sábado por volta das 14h25, no horário de Israel. Fonte: Associated Press

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?