Publicidade

13 de Dezembro de 2013 - 09:10

Por Célia Froufe - Agencia Estado

Compartilhar
 

Depois de ficar praticamente estável de agosto para setembro (-0,01%), o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) subiu 0,77% em outubro ante o mês anterior, na série com ajuste sazonal. De acordo com dados divulgados pelo BC, nesta sexta-feira, 13, o número passou de 145,99 pontos em setembro, na série dessazonalizada, para 147,12 pontos em outubro. Este é o maior nível desde abril, quando o indicador ficou em 147,14 pontos na série ajustada.

O resultado do IBC-Br ficou acima da mediana das projeções dos analistas do mercado financeiro ouvidos pelo AE Projeções (+0,50%), mas dentro do intervalo das estimativas (0,20% a 0,90%).

Nos 12 meses encerrados em outubro de 2013, o crescimento foi de 2,44% na série sem ajuste. No acumulado do ano até o mesmo mês, houve alta de 2,81% (sem ajuste). Na comparação entres os meses de outubro de 2013 e de 2012, houve expansão de 2,74%, também na série sem ajustes sazonais. Na série observada, outubro terminou com IBC-Br em 150,52 pontos. Este também é o maior nível do índice nesta série desde abril, quando estava em 153,09 pontos.

O indicador de outubro de 2013 ante igual mês de 2012 ficou acima da mediana (+2,30%), mas também dentro das previsões (+1,02% a +2,90%) dos analistas do mercado financeiro ouvidos pelo AE Projeções. O IBC-Br serve como parâmetro para avaliar o ritmo da economia brasileira ao longo dos meses. Entre os componentes do indicador está a Pesquisa Industrial Mensal e a de Comércio.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você pretende substituir o ovo de Páscoa por outros produtos em função do preço?