Publicidade

04 de Dezembro de 2013 - 10:38

Por Daniela Amorim - Agencia Estado

Compartilhar
 

O setor automotivo não acompanhou o avanço verificado na produção da indústria brasileira na passagem de setembro para outubro. A atividade de veículos automotores registrou uma queda de 3,1% no período, segundo dados da Pesquisa Industrial Mensal divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta quarta-feira, 4. Com o resultado, o segmento eliminou parte do ganho de 9,2% acumulado nos meses de agosto e setembro.

Entre os seis dos 27 ramos investigados que registraram perdas na produção em outubro ante setembro, tiveram destaque ainda a queda de 5,9% no setor de bebidas, o recuo de 2,2% de outros produtos químicos, e a redução de 0,6% no segmento de alimentos.

A alta na produção industrial no mês de outubro, a terceira consecutiva, ainda não foi suficiente para compensar a queda registrada nos três meses anteriores, na avaliação do IBGE. De agosto a outubro, a indústria acumulou crescimento de 1,3%. No entanto, de maio a julho, a perda acumulada foi de 2,3%, calculou André Macedo, gerente da Coordenação de Indústria do Instituto.

"Mesmo com essa melhora clara no ritmo de produção industrial nos últimos três meses, o resultado ainda é insuficiente para suplantar a perda de maio a julho. Então tem ainda saldo negativo a ser recuperado", disse Macedo. "É claro que tem melhora, especialmente se comparado ao período anterior, mas ainda assim é um crescimento bastante moderado", acrescentou.

O gerente da pesquisa apontou que o destaque no resultado de outubro foi o crescimento na produção registrado por 21 dos 27 setores industriais investigados. "O que chama a atenção em outubro é o perfil disseminado de taxas positivas", ressaltou.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?