Publicidade

10 de Dezembro de 2013 - 10:31

Por Daniela Amorim - Agencia Estado

Compartilhar
 

A safra brasileira de grãos em 2014 deve repetir o bom resultado da safra de 2013, de acordo com o segundo Prognóstico da Safra de 2014 divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A diferença será mínima, de apenas 63.363 toneladas a mais, montante considerado estável (0,0%) em relação ao ano anterior. A produção de cereais, leguminosas e oleaginosas para 2014 foi estimada em 186,8 milhões de toneladas, a mesma colhida em 2013.

"O prognóstico de outubro não estava tão otimista. Esse prognóstico de novembro já passou a safra recorde desse ano. Está quase igual à produção de 2013, mas um pouquinho acima", destacou Mauro Andreazzi, gerente da Coordenação de Agropecuária do IBGE.

Já a safra de 2013 foi 15,4% maior do que do que a de 2012. O total produzido verificado no Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de novembro, no entanto, foi apenas 21.729 toneladas menor do que o estimado em outubro, sem variação estatística (0,0%).

O estoque de soja chegou a 20,6 milhões de toneladas no primeiro semestre de 2013, 8,1% a mais do que o registrado em igual período de 2012. A soja respondeu por 53,9% de todos os produtos estocados em 30 de junho de 2013, entre os 17 itens investigados.

"As safras de verão - a soja, o milho de primeira safra, o arroz -, que são colhidas no primeiro semestre, já estavam estocadas. O milho de segunda safra só vai aparecer na Pesquisa de Estoques do segundo semestre de 2013", lembrou Mauro Andreazzi, gerente da Coordenação de Agropecuária do IBGE. O milho foi responsável por uma fatia de 22,5% dos estoques; o arroz, por 13,2%, o trigo, por 4,5%; o café, por 2,3%; e os demais produtos pesquisados responderam por 3,6%.

A área da produção nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas colhida em 2013 somou 52,7 milhões de hectares, um aumento de 7,9% em relação à de 2012, de 48,8 milhões de hectares, segundo o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de novembro. Houve redução de 12.810 hectares (0,0%) em relação à projeção de outubro.

O arroz, o milho e a soja foram os três principais produtos, respondendo por 92,8% da estimativa da produção nacional e 86,2% da área colhida. Em relação a 2012, o arroz teve uma redução na área colhida de 0,8%, enquanto o milho registrou aumento de 7,6%, e a soja, expansão de 11,2%. Já a produção do milho foi 12,8% maior em 2013 ante 2012, enquanto a de arroz aumentou 2,4% e a de soja subiu 23,8%.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?