Publicidade

18 de Dezembro de 2013 - 11:37

Por Gabriela Vieira - Agencia Estado

Compartilhar
 

As vendas do varejo brasileiro devem crescer 7,7% em janeiro de 2014 ante o mesmo mês deste ano e 9,2% em fevereiro de acordo com as estimativas de associados ao Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV). Para dezembro, o IAV-IDV (Índice Antecedente de Vendas), estudo realizado mensalmente pela entidade, projeta uma alta de 5,5%.

Em novembro, o indicador do IDV indicou crescimento de 9,8% ante igual mês de 2012. Segundo o Instituto, o aumento "expressivo", foi motivado, principalmente, pelas vendas da Black Friday. O IDV destacou ainda a manutenção da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para móveis e eletrodomésticos e a estabilidade da inflação.

O varejo de não duráveis, que responde pelas vendas de alimentos, entre outros, apontou um crescimento de 7,4% em novembro. Para os próximos meses, a estimativa do IDV é de uma desaceleração em dezembro (aumento de apenas 1%), com retomada no primeiro bimestre de 2014. Em janeiro e fevereiro a expectativa é de 11,2% e de 15,5%, respectivamente.

O setor de bens semiduráveis, que inclui vestuário, calçados, livrarias e artigos esportivos, reportou alta nas vendas realizadas em novembro de 11,7%. Para dezembro, é esperada manutenção dos níveis, com 11,9%. A previsão do Instituto para janeiro e fevereiro também é de níveis elevados de vendas no segmento, com crescimento de 9,6% e 10,4%, respectivamente.

O segmento de bens duráveis, com maior influência sobre o índice, atingiu crescimento de 11,8% em novembro. No entanto, para os próximos meses a estimativa é de desaceleração. A queda das projeções, explica o IDV, deve-se a perspectiva de que o governo não prorrogará a redução das alíquotas de IPI. Para dezembro, o Instituo projeta um crescimento de 6,7% ante dezembro de 2012. Em janeiro e fevereiro, as vendas do setor devem reportar alta de 4,9% e 6,3%.

Os dados do IDV levam em consideração as vendas realizadas e as estimativas dos associados da entidade. São 46 empresas de grande porte como Grupo Pão de Açúcar, Lojas Americanas, Lojas Riachuelo, Magazine Luiza, Walmart, entre outras.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você participa das celebrações da Semana Santa?