Publicidade

28 de Dezembro de 2013 - 14:19

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Pelo menos 26 pessoas morreram em um incêndio a bordo de um trem expresso no sul da Índia na madrugada deste sábado, informaram autoridades locais.

Muitas das vítimas morreram por sufocamento após não conseguirem abrir as portas de emergência. Outros passageiros conseguiram escapar ao quebrar janelas e pular do trem.

Segundo um porta-voz do sistema ferroviário indiano, havia 67 passageiros a bordo dos dois carros do trem afetados pelo incêndio, que teve início por volta das 3h45 da manhã a cerca de dois quilômetros da pequena cidade de Puttaparthi, no Estado de Andhra Pradesh.

O porta-voz relatou que o trem foi paralisado e que os dois carros em chamas foram desconectados para evitar que o fogo se espalhasse ainda mais.

Bombeiros controlaram o incêndio e recolheram 26 corpos, incluindo os de duas crianças. Mais de uma dezena de pessoas que se feriram ao pular do trem foram hospitalizadas.

O trem havia saído de Bangalore e tinha como destino a cidade de Nanded, no Estado de Maharashtra.

O ministro indiano de Ferrovias, Mallikarjun Kharge, disse que uma investigação preliminar realizada no local da tragédia indica que o incêndio foi iniciado por um curto-circuito, mas ainda é necessária uma análise mais detalhada para confirmar a suspeita.

Acidentes são comuns na malha ferroviária da Índia, uma das maiores do mundo e que transporta mais de 18,5 milhões de passageiros diariamente. A maioria das colisões e incêndios ocorrida no país é atribuída a problemas de manutenção e falhas humanas. Fonte: Associated Press.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?