Publicidade

09 de Janeiro de 2014 - 17:46

Por AE-AP - Agencia Estado

Compartilhar
 

Os atletas indianos vão competir como "independentes" nos Jogos de Inverno de Sochi, de 7 a 23 de fevereiro, na Rússia. Como a Associação Olímpica da Índia está suspensa desde dezembro pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), os representantes do país estarão na competição sob a bandeira olímpica, sem poder utilizar a bandeira nacional no evento.

O COI exige mudanças no regulamento interno da Associação Olímpica da Índia para retirar a suspensão imposta em dezembro. Uma das principais medidas é vetar que pessoas condenadas façam parte da diretoria, como é o caso do secretário-geral Lalit Bhanot, que ficou 10 meses na cadeia por causa de corrupção nos Jogos da Commonwealth, realizados em 2010, em Nova Délhi.

A Associação Olímpica da Índia aceitou as mudanças exigidas pela COI, para evitar que fosse expulsa do movimento olímpico. Mas a nova eleição da entidade, para substituir Lalit Bhanot e o atual presidente Abhay Chautala, denunciado em outro escândalo não ligado aos esportes, foi marcada para 9 de fevereiro, dois dias depois da abertura dos Jogos de Sochi.

Diante disso, o COI confirmou nesta quinta-feira que os indianos não poderão representar o país na disputa em Sochi. Até agora, a Índia conseguiu classificar três atletas para a competição na Rússia, que serão considerados "independentes" para poder competir. No passado, mais gente já foi à Olimpíada sob a bandeira olímpica, como foi o caso de esportistas das Antilhas Holandesas e do Sudão do Sul nos Jogos de Londres, em 2012.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você já presenciou manifestações de intolerância religiosa?