Publicidade

19 de Dezembro de 2013 - 08:08

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

A Indonésia pode permitir que algumas mineradoras continuem exportando minérios por alguns anos mesmo após uma controversa proibição sobre as exportações, que entrará em vigor em janeiro. O anúncio foi feito por Susilo Siswoutomo, vice-ministro do Ministério de Energia e Recursos Minerais, em entrevista ao Wall Street Journal.

Ele disse que a alternativa mais atraente para uma proibição nas exportações de minério é permitir que as empresas já comprometidas com a construção de novas fundições continuem a exportar por "um a três anos". O ministro disse entender o impacto da medida no setor e a falta de preparo da indústria para isso. "Nós precisamos encontrar uma saída", disse.

Siswoutomo afirmou que a proposta é a mais provável de várias medidas que estão sendo discutidas no gabinete para amenizar os efeitos da proibição, que pode custar bilhões de dólares ao país nos próximos anos.

A Indonésia é uma grande exportadora de níquel, cobre, estanho e outros minerais. A intenção da proibição das exportações é incentivar as mineradoras a refinarem os minérios na Indonésia para criar produtos com maior valor agregado. Fonte: Dow Jones Newswires.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você participa das celebrações da Semana Santa?