Publicidade

06 de Janeiro de 2014 - 06:13

Por Marcelo Ribeiro Silva e Fernando Ladeira - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação da cidade de São Paulo, registrou alta de 0,65% em dezembro. Já em novembro, o IPC havia apresentado um avanço de 0,46%. O resultado apurado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) ficou dentro do intervalo das estimativas de 11 instituições do mercado financeiro consultadas pelo AE Projeções, que iam de 0,49% a 0,67%, o que gerou mediana de 0,60%. Na comparação com a terceira quadrissemana de dezembro, o IPC teve uma aceleração, pois o índice apresentou avanço de 0,61% naquela leitura.

A inflação no grupo Transportes registrou a maior aceleração na comparação mensal, passando para uma alta de 0,90% em dezembro, de deflação de 0,02% em novembro. Na terceira leitura de dezembro, a categoria mostrava avanço de 0,82%. Em Despesas Pessoais também foi verificada um ganho no ritmo de alta dos preços, passando para um ganho de 0,79% na última leitura de dezembro, ante 0,74% em novembro e 0,87% na terceira quadrissemana do mês passado.

Os preços em Habitação também chamaram atenção, uma vez que passaram de uma alta de 0,44% em novembro para uma inflação de 0,56% em dezembro. Na leitura anterior, o índice mostrava alta de 0,59%.

Em vestuário, o índice também oscilou para cima. Depois de encerrar novembro com alta de 0,34% e acelerar para 0,60% na terceira leitura de dezembro, a inflação encerrou o mês passado em alta de 0,83%.

Já em Alimentação, Saúde e Educação foi registrada uma desaceleração nos preços. Alimentação passou de uma inflação de 0,80% em novembro para uma alta de 0,65% em dezembro, mas ganhou força ante a terceira quadrissemana de dezembro, quando registrou alta de 0,46% nos preços.

Em Saúde, a inflação desacelerou para 0,35% em dezembro, de 0,49% em novembro e 0,49% na leitura anterior. Em Educação o índice caiu para 0,07%, perdendo força sobre o 0,12% de novembro e o 0,09% na terceira leitura de dezembro.

Veja como ficaram os itens que compõem o IPC no mês de dezembro:

Habitação: 0,56%

Alimentação: 0,65%

Transportes: 0,90%

Despesas Pessoais: 0,79%

Saúde: 0,35%

Vestuário: 0,83%

Educação: 0,07%

Índice Geral: 0,65%

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?