Publicidade

04 de Janeiro de 2014 - 16:06

Por - Agencia Estado

Compartilhar
 

O primeiro-ministro do Iraque, Nouri al-Maliki, prometeu neste sábado eliminar "todos os grupos terroristas" na província de Anbar, onde militantes tomaram o controle de uma cidade inteira e partes de outra. "Nós não retrocederemos até eliminarmos todos os grupos terroristas e salvar nosso povo em Anbar", afirmou o primeiro-ministro, segundo o canal de TV estatal Iraqiya.

Partes de Ramadi e Fallujah, no oeste de Bagdá, foram tomadas pelos militantes durante dias, remetendo aos anos que se seguiram à invasão de 2003 liderada pelos EUA, quando ambas as cidades eram redutos insurgentes.

Os confrontos emergiram na região de Ramadi na segunda-feira passada, quando forças de segurança removeram o principal acampamento de protesto contra o governo estabelecido após manifestações no fim de 2012 contra o que os árabes sunitas dizem ser uma marginalização de sua comunidade.

As forças de segurança do Iraque mataram, neste sábado, 55 combatentes da Al-Qaeda em duas aéreas perto da cidade de Ramadi, afirmou o General das forças em terra do país Ali Ghaidan Majeed. Segundo ele, os combatentes do Estado Islâmico do Iraque e o Levante foram mortos em duas operações separadas.

Confrontos entre a polícia e membros de tribos aliadas de um lado e limitantes do Estado Islâmico do Iraque e o Levante de outro deixaram mais de 100 pessoas mortas em Ramadi e Fallujah na sexta-feira, afirmaram autoridades de segurança. Fonte: Dow Jones Newswires.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?