Publicidade

26 de Dezembro de 2013 - 06:34

Por Marcelo Ribeiro Silva, com informações da Dow Jones Newswires e da Market News International - Agencia Estado

Compartilhar
 

Após uma reunião com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, o presidente do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), Haruhiko Kuroda, afirmou que disse ao premiê japonês que a economia japonesa está no caminho para atingir a meta de inflação de 2%.

"Eu disse a ele que estávamos firmes no caminho em direção da nossa meta de estabilidade dos preços", afirmou Kuroda, acrescentando que Abe ouviu atentamente as suas expectativas, mas não fez "nenhuma pergunta específica." Kuroda afirmou a Abe que a economia está no caminho esperado pelo BoJ.

Na reunião, eles falaram sobre o cenário econômico atual e as perspectivas da economia com o aumento do imposto sobre vendas previsto para abril do próximo ano.

O banco central japonês qualificou o encontro como um evento regular, assim como uma reunião que aconteceu em 6 de junho. Mas, diante das especulações de que o BoJ terá que tomar medidas adicionais de flexibilização monetária para limitar o impacto que o aumento do imposto sobre vendas terá na economia, a reunião entre o premiê e o presidente do BoJ aumenta os rumores de que Abe poderia estar começando a pressionar Kuroda.

Dois assessores econômicos de Abe, Koichi Hamada e Etsuro Honda, teriam pedido que Kuroda agisse rápido já que está claro que o aumento do imposto sobre vendas de 5% para 8% a partir de abril de 2014 está pesando sobre a economia.

Além disso, Kuroda disse que pretende se encontrar periodicamente com Abe a partir de agora para aprofundar o mútuo entendimento. O presidente do BoJ também alertou que a economia do Japão não está completamente fora da deflação.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?