Publicidade

01 de Janeiro de 2014 - 09:07

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, avisou que rejeita entrar em leilões e disse que só vai contratar se o reforço chegar sem necessidade de alteração na política salarial do clube. Em outras palavras, o dirigente não vai pagar salários astronômicos para atender aos anseios do técnico Muricy Ramalho.

"Na Europa, as pessoas ficam perplexas quando descobrem os salários que alguns pagam. Se continuarmos assim, muitos (clubes) morrerão, como já estão morrendo. Não farei loucuras, não entrarei nessa corrida insana a qualquer custo. Não se faz assim, nunca fizemos e não faremos", completou o dirigente.

Diante desse cenário, o clube liberou Aloísio para o futebol chinês para não gastar com a compra dos seus direitos e também por causa do pedido de aumento salarial feito pelo atacante para ficar. O mesmo vale para os reforços que negociam com o São Paulo.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?