Publicidade

02 de Janeiro de 2014 - 14:01

Por - Agencia Estado

Compartilhar
 

O secretário de Estado norte-americano John Kerry chegou nesta quinta-feira a Israel para atuar como mediador das negociações de paz no Oriente Médio. Nesta quinta-feira, Kerry tinha um encontro agendado em Jerusalém com o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu. Na sexta-feira, ele irá para a Cisjordânia para conversar com o presidente palestino Mahmoud Abbas.

Kerry vai pedir aos dois líderes que tomem decisões políticas duras e difíceis, mas que podem delinear os contornos de um eventual tratado de paz e assim, levar à criação do Estado palestino ao lado de Israel.

O secretário de Estado deve pedir a Netanyahu que aceite as fronteiras existentes antes da Guerra dos Seis Dias, de 1967, quando Israel tomou a Faixa de Gaza, a Cisjordânia e de Jerusalém Oriental. Essas fronteiras devem ser a base para a delimitação do território do Estado palestino, embora estejam previstas algumas modificações.

Abbas teme que lhe seja pedido que reconheça Israel como a terra do povo judeu e, assim, desistir do chamado "direito do retorno" para centenas de milhares de palestinos que fugiram ou foram expulsos durante a guerra que levou à criação de Israel, em 1948.

Já foram realizadas cerca de 20 rodadas de negociações com os dois lados desde o verão (no hemisfério norte) e esta é a décima viagem de Kerry à região com o objetivo de tentar elaborar acordo final de paz. Faltam apenas quatro meses até o prazo estabelecido pelos Estados Unidos para que um acordo seja fechado.

Um dos problemas que emperra as negociações é a falta de acordo sobre regras básicas. Kerry

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?