Publicidade

18 de Dezembro de 2013 - 08:25

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Recuperado de uma lesão no tornozelo, Kobe Bryant deu um susto na torcida do Los Angeles Lakers na noite desta terça-feira, quando saiu de quadra em Memphis, no terceiro quarto, com dores no joelho. Mas não era nada grave e ele voltou para ser determinante na vitória da equipe, por 96 a 92 sobre o Memphis Grizzlies.

Desde que voltou às quadras, na semana passada, essa foi a melhor atuação de Kobe, que anotou 21 pontos e deu quatro assistência nos 32 minutos em que ficou em quadra, igualando o desempenho contra o Charlotte, no último sábado. Essas foram exatamente as duas vitórias do Lakers no período.

Em Cleveland, Anderson Varejão esteve apagado em mais uma derrota do Cavaliers. O brasileiro mais uma vez começou no banco de reservas, participou de 24 minutos, mas anotou apenas cinco pontos num jogo de placar elástico: 119 a 116 para o Portland Trail Blazers. Damian Lilard anotou 36 pontos e deu 10 assistências. Por dois rebotes não fez um "triple-double".

O resultado manteve o Portland como melhor campanha da NBA, com 22 vitórias e apenas quatro derrotas, numa sequência de cinco triunfos seguidos. No Oeste, o Trail Blazers é seguido por Oklahoma City Thunder, San Antonio Spurs e Los Angeles Clippers. Do outro lado a liderança é do Indiana, com o Miami pouco atrás e o Atlanta já muito longe. Nesta quarta, os dois primeiros se enfrentam.

Apesar da campanha negativa (tem 14 derrotas e 11 vitórias), o Charlotte Bobcats é o sexto no leste. Na noite de terça, em casa, venceu o Sacramento Kings por 95 a 87. Kemba Walker terminou como cestinha do time, com 24 pontos.

Confira os resultados desta terça-feira:

Charlotte Bobcats 95 x 87 Sacramento Kings

Acompanhe os jogos desta quarta-feira:

Miami Heat x Indiana Pacers

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?