Publicidade

14 de Janeiro de 2014 - 18:49

Por Felipe Recondo - Agencia Estado

Compartilhar
 

Um dia depois de receber autorização para trabalhar fora do presídio da Papuda, em Brasília, o ex-tesoureiro do PL Jacinto Lamas será notificado a pagar a multa de R$ 370 mil, parte da pena imposta pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento do mensalão. O valor inicial era de R$ 260 mil, mas com a correção feita pela Vara de Execuções Penais do Distrito Federal a multa subiu para R$ 370 mil. O valor deverá ser pago em dez dias.

Lamas foi condenado por lavagem de dinheiro e cumpre pena de cinco anos de prisão em regime inicialmente semiaberto. Ele recebeu autorização da Justiça para trabalhar como assistente administrativo de uma empresa de engenharia de Brasília. Ficou acertado salário de R$ 1,2 mil mensal, mais vale-transporte e vale-refeição (R$ 11 por dia).

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?