Publicidade

27 de Dezembro de 2013 - 10:43

Por José Maria Tomazela - Agencia Estado

Compartilhar
 

Parte do lixo produzido durante a comemoração do Natal continuava acumulada, na manhã desta sexta-feira, 27, nas calçadas e ruas de Sorocaba. No final da tarde de quinta-feira (26), cerca de 150 funcionários do consórcio contratado emergencialmente para o serviço cruzaram os braços. Eles reivindicavam estabilidade de 90 dias, convênio médico e melhores condições de trabalho. A greve foi suspensa no final da noite, após acordo intermediado com a prefeitura, mas os coletores não dão conta da quantidade de lixo depositada nas calçadas.

Um mês depois de contratar um consórcio para substituir a empresa Gomes Lourenço, que teve o contrato rescindido por quebra de cláusula, a prefeitura não conseguiu normalizar o serviço. Bairros mais afastados do centro convivem com o lixo nas ruas. No Jardim Santo Amaro, zona norte, moradores fecharam uma rua quinta-feira, 26, com uma barricada de sacos de lixo.

Em outro bairro, moradores montaram uma árvore de Natal usando lixo como enfeite.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você participa das celebrações da Semana Santa?