Publicidade

30 de Dezembro de 2013 - 18:10

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Ricardo Lucarelli completará 22 anos apenas em março do ano que vem, mas já é um dos destaques da seleção brasileira masculina de vôlei. O jovem ponteiro do Sesi é a esperança da nova geração da modalidade no Brasil e sabe que a próxima temporada será importante para o time do técnico Bernardinho, que vai atrás do tetracampeonato mundial.

"Queremos o melhor possível para o ano que vem. É um ano importantíssimo, teremos a Liga Mundial e, principalmente, o Campeonato Mundial. Sabemos do alto nível das competições e de como está cada vez mais difícil ganhar no vôlei masculino, mas a nossa expectativa, claro, é conseguimos os dois títulos", comenta o jogador.

Na busca pelo tetra, Lucarelli deverá ter papel fundamental no torneio programado para acontecer em setembro, na Polônia. Afinal, como ponteiro, ele ocupa a mesma função que foi de Giba, melhor jogador do Mundial de 2006, e de Murilo, que recebeu o mesmo prêmio em 2010.

Giba está aposentado da seleção, enquanto Murilo passou por uma cirurgia que o tirou das quadras durante praticamente todo o ano de 2013. Sem seu principal jogador, o Brasil foi prata na Liga Mundial e ganhou a Copa dos Campeões, no Japão.

"Esse foi um ano positivo para a seleção brasileira. Eu estive em quatro campeonatos e foram três outros e uma prata, o que me deixa satisfeito, mas não completamente. O ideal sempre é ser primeiro colocado. Por outro lado sabemos que o voleibol masculino está em um nível muito alto e é cada vez mais difícil ser campeão, o que valoriza ainda mais as outras três conquistas do Brasil", destaca Lucarelli, que venceu também o Sul-Americano e o Mundial Sub-23.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você participa das celebrações da Semana Santa?