Publicidade

07 de Janeiro de 2014 - 16:34

Por Guilherme Soares Dias - Agencia Estado

Compartilhar
 

Mãe e filho fazem a segunda fase do vestibular da Universidade de São Paulo (USP), juntos, no câmpus Villa Lobos da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC), na zona oeste da capital paulista. A médica Maria Aparecida Machado, de 56 anos, acompanha o filho Guilherme Machado, de 20 anos. Maria Aparecida presta para letras e Guilherme Machado, biologia.

Ela não está tão confiante. Não teve muito tempo para estudar. "Talvez, dessa vez, eu não passe porque não estudei. Mas gosto de idiomas e resolvi fazer outra universidade", diz. Ele está mais confiante, resultado da dedicação aos estudos ao longo de 2013. "Acredito que hoje (esta terça-feira) seja o dia mais fácil, cai biologia e química, matérias que têm mais a ver com o que eu gosto", diz. "Foi o que mais estudei durante o ano."

A bancária Janete Doce, de 50 anos, resolver fazer o vestibular depois que a filha, também vestibulanda, a provocou. Janete é formada em ciências sociais pela USP e faz a prova da Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) pela quarta vez. "Estou fazendo por brincadeira", diz. A bancária chegou à segunda fase, em busca de uma vaga em história. Já a filha a filha desafiante, que prestava para relações internacionais, não conseguiu passar pela primeira fase.

"Acho que hoje o vestibular está mais fácil que antigamente, pedindo que decore menos e entenda mais o conteúdo. Dei uma lida em alguns assuntos e estou tranquila. Por isso, acho que será fácil", diz Janete, que faz a prova na UMC Villa Lobos. Os portões foram fechados às 13 horas, horário que estava marcado para início da prova. Os candidatos têm quatro horas para resolver a prova. Todas as questões nesta segunda fase são discursivas.

Nesta segunda-feira, 6, os vestibulandos encararam 16 questões das disciplinas do ensino médio (história, geografia, matemática, física, química, biologia e inglês). A prova de português e a redação foram realizadas no domingo, 5. Professores ouvidos pela reportagem afirmaram que a prova foi "boa" e o tema da redação surpreendeu. Os estudantes tiveram de escrever um texto sobre a questão do idoso na sociedade. Já o exame desta segunda-feira foi considerado muito bem elaborado, mas de dificuldade elevada, pelos especialistas.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?