Publicidade

11 de Março de 2014 - 02:48

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Manaus recebeu nesta quarta-feira a sexta e última reunião do primeiro ciclo de encontros para discutir os planos operacionais da Copa do Mundo. Antes da capital do Amazonas, outras cinco sedes da competição tiveram iniciativa semelhante desde o dia 30 de janeiro: Natal, São Paulo, Curitiba, Porto Alegre e Manaus - todas que não foram utilizadas na Copa dos Confederações no ano passado.

No encontro, com a participação das três esferas de governo e do Comitê Organizador Local (COL), foram discutidas diversas medidas para "integração e alinhamento das ações" em áreas como mobilidade urbana, segurança, aeroportos, hospedagem e receptivo turístico, saúde e vigilância sanitária, cultura, meio ambiente, telecomunicações e energia, comunicação e voluntariado.

A previsão é de que uma nova rodada de reuniões seja realizada entre abril e maio, para acompanhar a preparação das sedes e alinhar os planos operacionais - as outras seis cidades (Brasília, Rio, Belo Horizonte, Salvador, Fortaleza e Recife), que receberam os jogos da Copa das Confederações e serão utilizadas na Copa do Mundo, também realizarão encontros desse tipo no futuro.

"A palavra-chave dessa série de reuniões é integração. Só vamos garantir a realização de uma belíssima Copa do Mundo aqui em Manaus se toda a operação for integrada. Qualquer peça da engrenagem que não operar durante o evento significará que a engrenagem inteira sofrerá. Por isso, precisamos de integração, parceria e harmonia", disse Luis Fernandes, secretário executivo do ministério do Esporte, presente no encontro desta quarta-feira no Amazonas.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a retirada das pinturas de Lucio Rodrigues dos pontos de ônibus?