Publicidade

26 de Dezembro de 2013 - 13:10

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Manchester United manteve a reação no Campeonato Inglês nesta quinta-feira ao obter grande virada sobre o Hull City, fora de casa, na partida que abriu a 18ª rodada, conhecida como "Boxing Day". Após levar dois gols em apenas nove minutos, o atual campeão marcou três vezes e assegurou a terceira vitória consecutiva na competição.

O grande nome do jogo acabou sendo o zagueiro James Chester. Ele anotou o primeiro gol do Hull City, mas também anotou, contra, o terceiro dos visitantes. O resultado deixa o Manchester na sexta colocação da tabela, com 31 pontos. Já o time anfitrião ocupa o 12º lugar, com 20 pontos.

Tentando sustentar a reação no campeonato, o Manchester levou um susto logo no início da partida. Depois de levar o gol de Chester, aos 4 minutos, a defesa bateu cabeça e viu David Meyler concluir para as redes, quase na pequena área, após bate-rebate. Jonny Evans chegou a fazer desvio, que acabou tirando o goleiro De Gea da jogada, aos 14.

Com 2 a 0 atrás no placar, o Manchester perdeu o brasileiro Rafael aos 17 minutos. Ele sentiu dores na coxa esquerda e precisou ser substituído. Januzaj entrou em seu lugar. E deu novo fôlego ao time. Dois minutos depois, Smalling já descontava, de cabeça, após cobrança de falta de Rooney na área.

O gol de empate veio ainda no primeiro tempo. Aos 25, Rooney dominou na coxa direita e acertou belo chute, de fora da área, para buscar a igualdade no marcador. Na segunda etapa, o gol que garantiu a vitória do Manchester surgiu em cruzamento que tinha Rooney por objetivo. Antes dele, porém, Chester cortou com a cabeça direto para as redes.

Nos minutos finais, o Hull City ainda teve duas boas chances para buscar novo empate, mas desperdiçou as chances. Mais recuado, o Manchester garantiu o triunfo e o "presente" para a torcida no tradicional "Boxing Day".

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?