Publicidade

03 de Dezembro de 2013 - 04:45

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Manifestantes contrários ao governo da Tailândia invadiram o principal complexo do governo no centro da capital Bangcoc. As forças de segurança removeram as barricadas de concreto e outras fortificações, em um aparente sinal de que o governo está tentando evitar uma escalada na violência nas ruas da cidade após dias de confrontos.

Centenas de manifestantes agora ocupam o gramado em frente à Casa do Governo, mas eles prometeram não entrar em nenhum dos edifícios. Autoridades do governo não puderam ser encontradas imediatamente para comentar o assunto. Uma cena similar se desenrola na sede da Polícia Metropolitana de Bangcoc.

Para evitar ser encurralada pelos manifestantes, a primeira-ministra, Yingluck Shinawatra, tem governado o país de uma série de localizações na cidade. Na terça-feira, Yingluck comandou uma reunião semanal de gabinete no Royal Thai Army Club, localizado ao norte da capital.

As manifestações ganharam força no início do mês passado, quando o governo apresentou uma lei de anistia que permitiria que Thaksin Shinawatra, irmão mais velho de Yingluck e ex-primeiro-ministro, retornasse à Tailândia como um cidadão livre. Thaksin governou o país de 2001 a 2006 e fugiu do país após ser condenado a dois anos de prisão por corrupção. Fonte: Dow Jones Newswires.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?