Publicidade

11 de Março de 2014 - 20:41

Por Fábio Hecico - Agencia Estado

Compartilhar
 

O técnico Mano Menezes faz mistério para escalar a equipe do Corinthians que vai entrar em campo nesta quarta-feira para receber o Comercial, no Pacaembu, pela 11.ª rodada do Paulistão. Nesta tarde, fechou o treino no CT do Parque Ecológico e não quis revelar detalhes do time durante a entrevista coletiva. Ele só adiantou que Renato Augusto e Emerson estão fora da partida, uma vez que ainda precisam de ritmo de jogo.

Recuperando a forma física, Renato Augusto até participou do clássico contra o Palmeiras, mas depois não foi mais escalado. "Renato Augusto ainda não vai ser relacionado agora, mas pós-carnaval sim", avisou Mano.

Já Emerson não participou dos últimos três jogos do Corinthians. Não atuou no clássico porque estava suspenso e depois desfalcou a equipe contra Oeste e Rio Claro por ter sido submetido a uma cirurgia para a retirada de um abscesso. "Ele precisa fazer trabalho que dê condição para estar nível dos outros e ser relacionado", justificou o treinador.

Na coletiva, Mano elogiou principalmente Jadson, que se destacou nas vitórias contra Oeste e Rio Claro. "Essa questão da diferença, da rapidez no pensamento do jogo, é dele. Um fato positivo é a adaptação rápida. Felizmente para a gente. que estava precisando muito. Ele contrariou a lógica. Sempre disse que queria um meia pelo lado. Com ele conseguimos fazer o que não fazíamos como equipe", comentou.

Assim, Renato Augusto, se quiser jogar, vai ter que brigar com posição com o ex-jogador do São Paulo ou se adaptar para jogar mais atrás, na vaga de Bruno Henrique. "É um pouco cedo para discutir a questão do Renato, ele tem de chegar ao mesmo nível de quem está jogando. Mas como não pretendo mudar sistema, vai ter de se encaixar numa dessas posições."

Com relação a Guerrero, não garantiu vaga cativa para o peruano, que não marca gols há mais de um mês e só balançou as redes uma vez em 2014. "Não garanto isso (titularidade) para ninguém. Técnico não pode dar garantia para ninguém. O Paolo vem perdendo alguns gols não são comuns para um atacante do nível dele, mas já vimos muito no futebol. Ele está trabalhando sério para mudar e tenho certeza que vai."

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que a realização de blitze seria a solução para fazer cumprir a lei que proíbe jogar lixo nas ruas?