Publicidade

11 de Dezembro de 2013 - 14:13

Por Adriana Fernandes - Agencia Estado

Compartilhar
 

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, admitiu que a proposta do Orçamento de 2014 está defasada ao ser questionado sobre se já havia uma definição sobre a meta de superávit primário das contas do setor público no ano que vem. "O que temos é a proposta que foi apresentada em agosto, mas ela já está defasada",disse.

Segundo ele, no fim do ano ou início de 2014 "estaremos definindo essa taxas". Ele não deixou claro se haveria uma mudança nas taxas dos parâmetros econômicos que balizam a proposta do Orçamento ou se na própria meta de superávit primário.

Mantega também informou que a arrecadação de R$ 203 bilhões do Refis em novembro é líquida e que não há depósitos judiciais. Havia uma dúvida no mercado de que as empresas que aderiram ao Refis tivessem feitos depósitos judiciais, cujos recursos entraram nos cofres do governo.

Segundo Mantega, a arrecadação está subindo no Brasil, o que vai permitir desempenho fiscal melhor. "A arrecadação já subiu em outubro, chegou a R$ 100 bilhões e, em novembro, vai passar de R$ 110 bilhões. Portanto, isso vai trazer melhora no nosso resultado fiscal do ano.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?