Publicidade

11 de Dezembro de 2013 - 13:01

Por Laís Alegretti, Eduardo Cucolo e Ricardo Della Coletta - Agencia Estado

Compartilhar
 

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou nesta quarta-feira, 11, durante o Encontro Nacional da Indústria, em Brasília, que haverá mudança nas taxas do Programa de Sustentação do Investimento (PSI) no ano que vem. Mantega afirmou, ainda, que o desembolso do programa para este ano será de R$ 80 bilhões.

As taxas para ônibus e caminhões passarão de 4% neste ano para 6% no ano que vem. Para programas de inovação, as taxas mudam de 3,5% para 4%. Já as taxas para exportação passam de 5,5% para 8%. "As taxas cresceram pouco, acompanhando a Selic, mas continuarão atraentes", disse o ministro.

O PSI foi lançado em julho de 2009 como parte das medidas do governo para mitigar os efeitos da crise financeira internacional sobre a economia brasileira. Com a escassez de crédito naquele momento e a retração dos investimentos, as linhas do programa foram criadas para financiar principalmente a aquisição de bens de capital, caminhões e exportações.

O PSI vem sendo prorrogado desde então, mas os juros e os prazos dos empréstimos foram adaptados ao longo do tempo. Grande parte do orçamento do programa é administrado pelo BNDES.

O ministro afirmou ainda que a indústria brasileira reage à política de desonerações da folha de pagamento. "O governo implementou desonerações tributárias que reduziram custos e agora temos um câmbio mais favorável para que os produtos brasileiros possam competir, seja no nosso mercado ou no mercado externo", afirmou.

Mantega justificou a adoção das medidas e disse que, em período de crise, o governo faz política anticíclica, como as desonerações, que "reduzem momentaneamente a arrecadação". O ministro da Fazenda afirmou que, por conta das desonerações, o governo registrou 1 ponto porcentual do PIB a menos do resultado fiscal em 2012. "Isso seria o suficiente para que eu tivesse fechado o resultado primário cheio (no ano passado), sem nenhuma redução".

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?