Publicidade

03 de Janeiro de 2014 - 16:34

Por Renata Veríssimo e Laís Alegretti - Agencia Estado

Compartilhar
 

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, convocou o presidente da Associação Nacional de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Moan, para cobrar uma explicação sobre as demissões que estão ocorrendo na General Motors (GM) na fábrica de São José dos Campos (SP). Moan também é diretor da GM. O encontro de Mantega e Moan deve ocorrer na tarde desta sexta-feira, 3, em São Paulo.

Esta não é a primeira vez que Mantega convoca Moan para prestar explicações sobre demissões na GM. Um dos compromissos assumidos pelas montadoras, para terem a redução das alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), é a manutenção dos postos de trabalho. "Porque, de fato, as empresas não podem demitir trabalhadores em condições normais. É verdade que estamos subindo IPI dos carros, mas ainda tem uma sobra. Vamos aguardar a conversa com a Anfavea", disse.

As demissões foram anunciadas pela montadora no último fim de semana. Em junho do ano passado, a montadora já havia lançado um plano de demissão voluntária. À época, a GM informou que dispensaria os funcionários que não aderissem ao PDV a partir de 1º de janeiro de 2014.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?