Publicidade

02 de Dezembro de 2013 - 12:13

Por Ricardo Leopoldo - Agencia Estado

Compartilhar
 

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que o reajuste do preço da gasolina anunciado na última sexta-feira deverá ter um impacto de 2% a 2,5% na bomba dos postos de combustíveis.

Perguntado sobre sua avaliação relativa à queda das ações da Petrobras na manhã desta segunda-feira, o ministro disse que não pode acompanhar a abertura do mercado, pois participou de evento em São Paulo, mas destacou: "as ações de empresas flutuam. Não tenho nada que comentar sobre isso. O mercado vai se reajustar, que é competitivo", disse.

O ministro ponderou que a Cide só voltará "quando a inflação estiver num patamar mais confortável", abaixo dos patamares atuais. "A tendência é que quando houver uma queda (do IPCA), poderá voltar", ponderou.

"Podemos, em momento oportuno, voltar a CIDE, que representa R$ 12 bilhões de arrecadação", destacou o ministro, em palestra realizada num evento com empresários.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?